Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Oposição a Merkel responsabiliza chanceler por "erro flagrante" em Chipre

Lusa

  • 333

Berlim, 19 mar (Lusa) -- O opositor social-democrata de Angela Merkel nas legislativas do outono, Peer Steinbrück, responsabilizou hoje a chanceler alemã pela rejeição do plano de resgate europeu para Chipre e considerou ter existido um "erro político flagrante".

"A rejeição do plano de resgate europeu pelo parlamento cipriota mostra que este projeto negociado com a contribuição notável do ministro das Finanças, Wolfgang Schäuble, e com o aval da chanceler, falhou", afirmou Peer Steinbrück em comunicado, citado pela AFP.

Para o social-democrata, "a participação pedida também aos pequenos investidores deu origem a receios que só inflamaram a crise. Trata-se de um erro político flagrante".