Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Operadora de Fukushima adiou retirada de combustível para testar procedimentos

Lusa

  • 333

Tóquio, 05 nov (Lusa) -- A operadora da central nuclear de Fukushima adiou a primeira retirada de combustível atómico prevista para esta semana para fazer testes de segurança da operação, revelou um porta-voz da empresa à agência Efe.

A central de Fukushima, danificada no sismo e tsunami que assolou o nordeste do Japão a 11 de março de 2011, está a ser desmantelada e a retirada das barras de combustível traduzia um passo importante numa nova etapa do processo.

O porta-voz da Tepco, empresa gestora da central, explicou à agência Efe que será feito um ensaio de retirada do combustível apenas com duas barras que estão nas piscinas de arrefecimento e que serão transportadas para um outro edifício a cerca de 100 metros do local onde se encontram.