Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OPA/Cimpor: Novos donos da cimenteira não prevêm reduzir trabalhadores em Portugal

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 jun (Lusa) -- O presidente da Intercement disse hoje que a empresa não prevê reduzir o número de trabalhadores da Cimpor em Portugal, mas que também não investirá em fábricas de cimento em Portugal.

"Não temos nenhuma intenção de fazermos uma redução do número de trabalhadores em Portugal. Não pretendemos trazer brasileiros para trabalhar nas fábricas em Portugal, não haveria nenhum sentido nisso, as pessoas podem ficar tranquilas", disse José Edison, presidente da Intercement, na conferência de imprensa de apresentação de resultados da Oferta Pública de Aquisição (OPA) lançada à Cimpor.

Após a OPA, a Intercement (detida pela Camargo Corrêa) passou a deter 94,81 por cento do capital da Cimpor e 95,69 por cento dos direitos de voto, segundo a informação prestada hoje ao mercado.