Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OPA/Brisa: Tagus recusa avaliação da empresa como pretendido pela Abertis

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 jun (Lusa) -- A Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a Brisa lançada pela Tagus continua a motivar polémica entre os acionistas, agora com esta a recusar a pretensão da Abertis de nomeação de um especialista independente para avaliar a empresa.

Em 29 de março, a Tagus (detida a 55 por cento pela José de Mello Investimentos e a 45 por cento pela Arcus European Infrastructure Fund) lançou uma OPA sobre a totalidade do capital social da concessionária, pelo preço de 2,66 euros por ação.

A Abertis contestou o valor da proposta e, por querer "proteger melhor os acionistas minoritários e facilitar a distribuição de uma indemnização de controlo", defendeu hoje que a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) nomeasse um avaliador.