Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ONU vai cortar na ajuda alimentar destinada à Síria se doadores não forem mais generosos

Lusa

  • 333

Nova Iorque, 28 jan (Lusa) - As Nações Unidas vão ver-se forçadas a reduzir a ajuda alimentar destinada à população síria caso os doadores não se mostrem mais generosos na conferência humanitária que terá lugar na quarta-feira no Kuwait, alertou um responsável da organização.

O alerta foi deixado pelo diretor de operações do Escritório de Coordenação dos Assuntos Humanitários das Nações Unidas (OCHA), John Ging, a três dias da realização de uma conferência internacional de países doadores para a Síria, que terá lugar no Kuwait, sob a presidência do secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

John Ging adiantou que nos últimos dois meses o valor nutricional das rações alimentares distribuídas às populações afetadas na Síria já teve de ser reduzido em 50 por cento devido a problemas de financiamento.