Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ONU recomenda a Angola que ponha fim "a impunidade" das forças de segurança

Lusa

  • 333

Lisboa, 28 mar (Lusa) - A ONU recomendou hoje a Angola que tome medidas para "pôr fim à impunidade das forças de segurança" em relação a execuções arbitrárias e desaparecimentos e que tome medidas necessárias para impedir que ocorram.

Depois de ter analisado a implementação do Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos em Angola, o Comité de Direitos Humanos da ONU divulgou as suas recomendações e observações e afirmou-se "preocupado com informações de execuções arbitrárias e extrajudiciais pelas forças de segurança", em particular na província de Huambo em 2010 e numa ofensiva contra a Frente de Libertação do Enclave de Cabinda (FLEC) no mesmo ano.

O organismo manifestou a sua inquietação em relação a informações sobre desaparecimento de pessoas que participavam em protestos em Luanda em 2011 e 2012 sem que haja informações sobre investigações subsequentes ou acusações.