Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ONU indica aumento do risco de cancro perto da central japonesa de Fukushima

Lusa

  • 333

Genebra, 28 fev (Lusa) - O acidente nuclear de Fukushima, no nordeste do Japão, levou a um aumento do risco de cancro nas zonas mais atingidas perto da central, indica um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) hoje divulgado.

O trabalho sublinha que dos acontecimentos em Fukushima, a 11 de março de 2011, "não deverá resultar qualquer aumento percetível dos riscos sanitários no exterior do Japão".

De acordo com o relatório dos peritos, de 166 páginas, o risco de cancro da tiroide nas mulheres e crianças registou um aumento de 1,25%, contra os 0,75% habituais, num raio de 20 quilómetros em redor da central acidentada depois de um violento sismo seguido de tsunami.