Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ONU denuncia homicídios supersticiosos de albinos na Tanzânia

Lusa

  • 333

Genebra, 05 mar (Lusa) - A Alta Comissária da ONU para os direitos humanos, Navi Pillay, condenou hoje o recrudescimento dos ataques contra os albinos na Tanzânia, ligados a cultos de feitiçaria.

"Condeno com a maior firmeza estes assassínios viciosos, cometidos em circunstâncias particularmente horríveis, com desmembramentos, incluindo crianças, enquanto as vítimas ainda estão vivas", declarou Pillay, num comunicado publicado em Genebra.

Desde o final de janeiro, foram registados quatro ataques, três dos quais contra crianças.