Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ONU dedica 2013 à quinoa, um 'superalimento' cultivado há milhares de anos nos Andes

Lusa

  • 333

Nova Iorque, 20 fev (Lusa) -- A ONU declarou 2013 o Ano Internacional da Quinoa, um 'superalimento' produzido há milhares de anos nos Andes, mas que surge agora como um "novo aliado na luta contra a fome".

As palavras são do diretor-geral da organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), José Graziano da Silva, que na cerimónia de lançamento do ano destacou papel que a quinoa pode ter na erradicação da fome, da subnutrição e da pobreza.

"Espero que este Ano Internacional seja um catalisador da aprendizagem sobre o potencial da quinoa para a segurança alimentar e nutricional, para a redução da pobreza - especialmente entre os pequenos agricultores do mundo -- e para a agricultura ambientalmente sustentável, disse por seu lado o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, na cerimónia que decorreu quarta-feira na sede da ONU em Nova Iorque.