Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ONG timorense ligada ao setor da justiça preocupada com tradução de língua portuguesa

Lusa

  • 333

Díli, 19 jun (Lusa) - O Programa de Monitorização do Sistema Judicial de Timor-Leste (JSMP) exigiu hoje ao Tribunal Distrital de Díli a nomeação de tradutores de língua portuguesa que tenham conhecimentos jurídicos para não prejudicar os arguidos, testemunhas e o público.

"O JSMP exige ao tribunal que tenha em atenção a questão dos intérpretes porque têm de transmitir uma clara informação dos factos para não prejudicar o interesse da justiça para as partes", afirmou, em comunicado, Luís de Oliveira Sampaio, diretor-executivo daquela organização não-governamental timorense.

O JSMP pediu também ao tribunal distrital de Díli para nomear pessoas que tenham bons conhecimentos de língua portuguesa e da terminologia jurídica para os "arguidos, vítimas, testemunhas e público" não serem prejudicados e terem confiança nos tribunais.