Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ONG apelam à UE que mantenha ajuda ao desenvolvimento

Lusa

  • 333

Bruxelas, 20 nov (Lusa) -- Organizações não-governamentais para o desenvolvimento (ONGD) lançaram hoje um apelo conjunto para que a União Europeia (UE) mantenha, no seu próximo orçamento plurianual as verbas para a ajuda aos países mais pobres, que consideram estar em risco.

Em vésperas de uma cimeira extraordinária sobre o Quadro Financeiro Plurianual 2014-2020, um conjunto de ONGD, incluindo portuguesas, alertam para o risco de "pela primeira vez, a Europa negligenciar a ajuda aos países em desenvolvimento".

O diretor da Concord, a confederação europeia das ONGD, Olivier Consolo, alerta para o facto de estar previsto um corte de 11 por cento no Fundo Europeu para o Desenvolvimento, o que considera um erro, defendendo que "em tempo de crise, o investimento na redução da pobreza e no desenvolvimento é ainda mais justificado e importante para a estabilidade global".