Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

ONG acusa Governo moçambicano de "sonegar" informações da aplicação de receitas

Lusa

  • 333

Maputo, 17 jun (Lusa) - O Centro de Integridade Pública (CIP) acusou hoje o Governo moçambicano de "sonegar" informações sobre a aplicação das receitas obtidas na venda da empresa irlandesa Cove Energy ao grupo estatal PTT Exploration & Production da Tailândia.

Numa análise sobre os Relatórios de Execução Orçamental do Estado de 2012, o CIP, organização não-governamental moçambicana, denunciou a suposta "falta de clareza sobre o uso dos recursos resultantes da tributação da mais-valia" do negócio realizado no ano passado.

Em setembro de 2012, o Estado moçambicano anunciou ter recebido 175 milhões de dólares resultantes da aplicação de taxa de 12,8 por cento sobre as mais-valias obtidas na venda da empresa irlandesa, mas "estas receitas não foram planificadas e, consequentemente, foram extraordinárias", referiu o CIP.