Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Onda da Nazaré deve ser "gancho" para promover Portugal - especialista

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 nov (Lusa) -- O presidente da consultora Ivity Brand Corp, Carlos Coelho, considerou hoje que a onda gigante da Nazaré deve ser um "gancho" para promover Portugal, sem que isso menospreze a restante oferta turística do país.

"Se me perguntar se eu acho que a onda grande seria um gancho para promover Portugal, eu não tenho dúvida que sim, como Fátima é, porque os países promovem-se por várias coisas e pelas coisas mais excecionais e isso não é despromover o Algarve, nem nenhum outro local", afirmou o presidente da consultora internacional de criação, inovação e gestão de marcas.

Em declarações à agência Lusa, praticamente um mês depois de o brasileiro Carlos Burle ter surfado uma onda passível de ter superado o recorde do havaiano Garret McNamara, Carlos Coelho sublinhou a importância mediática destas ondas gigantes, distinguindo a Nazaré dos restantes destinos de surf lusos.