Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OMC: Portugal e restantes países lusófonos têm de apostar além fronteiras - novo diretor

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 mai (Lusa) - O novo diretor-geral da Organização Mundial de Comércio (OMC), o brasileiro Roberto Azevêdo, afirmou à Lusa que Portugal, tal como os restantes países lusófonos, tem muito a ganhar se conseguir gerar negócios fora das suas fronteiras.

"A facilitação do comércio e das trocas comerciais será necessariamente um ganho importante para Portugal", disse Roberto Azevêdo, apontando que o bem-estar social e a redistribuição de riqueza estão "intimamente associados à capacidade de [Portugal] gerar negócios fora das fronteiras da União Europeia".

Em declarações à agência Lusa, o diplomata brasileiro de 55 anos salientou que nesse sentido Portugal, enquanto "membro do maior bloco comercial do mundo", mas também os restantes países lusófonos, têm muito a ganhar com a "redinamização da OMC" e se conseguirem "fortalecer a sua presença nos fluxos comerciais internacionais".