Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Oleiros paralisaram circulação de comboios de carvão da brasileira Vale no centro de Moçambique

Lusa

  • 333

Maputo, 13 mai (Lusa) - Oleiros retirados das minas da brasileira Vale, na província moçambicana de Tete, impediram no domingo a circulação de comboios da empresa, protestando contra o valor da indemnização que receberam pela sua saída da área da extração de carvão.

O protesto de domingo é o segundo em menos de um mês, depois de cerca de 500 oleiros terem paralisado a circulação dos comboios de carvão da Vale, no centro do país.

Segundo a imprensa moçambicana, os oleiros contestam o valor de 60 mil meticais (cerca de 1.500 euros) que a Vale pagou a cada produtor de tijolos em 2009, como contrapartida pela sua retirada da concessão de carvão, onde desenvolviam a atividade.