Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

O.J. Simpson defende inocência para conseguir novo julgamento

Lusa

  • 333

Los Angeles, Estados Unidos, 16 mai (Lusa) - O.J. Simpson, a cumprir pena de prisão por assalto à mão armada, disse na quarta-feira em tribunal que não fez nada ilegal e não sabia que os homens que o acompanhavam na noite do crime, em 2007, tinham armas.

A antiga estrela do futebol norte-americano e ex-ator, com 65 anos, que não testemunhou no seu julgamento em 2008, compareceu em tribunal vestido com as roupas da prisão e, com uma postura calma, descreveu detalhadamente os acontecimentos da noite de 13 de setembro de 2007, em que ocorreu o assalto em Las Vegas, noticiaram as agências internacionais.

O.J. Simpson, que assumiu ter bebido muito antes do incidente, pretende um novo julgamento, sob o argumento de que o seu advogado Yale Galanter comprometeu a sua defesa ao aconselhá-lo, entre outras coisas, a não depor.