Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Oito em dez empresas portuguesas não respondem a propostas - agência de apoio da NATO

Lusa

  • 333

Luxemburgo, 13 jun (Lusa) -- Oitenta por cento das empresas portuguesas convidadas este ano para apresentar propostas de fornecimento para a agência de apoio da NATO (NSPA) não deram qualquer resposta, segundo dados divulgados hoje durante a visita do ministro da Defesa ao "Dia da Indústria Portuguesa".

Para o ministro da Defesa, José Pedro Aguiar-Branco, que participava numa mostra no Luxemburgo com 33 empresas portuguesas de vários setores, organizada a convite da NSPA, a ausência de resposta "causa um dano individual às empresas e um dano coletivo para a imagem da indústria do país".

Segundo dados da organização, nos quatro primeiros meses deste ano a agência fez 224 convites a empresas portuguesas para participarem em concursos de fornecimento de material e 201 para fornecimento de serviços, mas em mais de 80 por cento dos casos as empresas não deram qualquer resposta.