Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Oito em cada 10 empregos perdidos são da construção e imobiliário - Confederação

Lusa

  • 333

Porto, 08 nov (Lusa) - A Confederação Portuguesa da Construção e Imobiliário (CPCI) alertou hoje que 84 mil dos 103 mil empregos perdidos no último ano são oriundos da construção e imobiliário, defendendo "políticas de incentivo ao investimento e emprego" focadas no setor.

"O comportamento do emprego só poderá evoluir favoravelmente com uma atuação forte e determinada sobre um setor que, à semelhança do que sucede em todas as economias europeias, é essencial para garantir o crescimento económico e a coesão social", sustenta a CPCI em comunicado.

Para a confederação, numa altura em que "se eleva para 435 mil a perda total de empregos na construção e imobiliário desde 2002 - ano em que se iniciou a mais longa e prolongada crise do setor" - impõe-se uma "aposta centrada em políticas ativas de incentivo ao investimento e ao emprego, com um papel preponderante" da atividade.