Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Oficiais militares pedem atenção de PR para "crescente deterioração" no setor

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 nov (Lusa) -- A Associação de Oficiais das Forças Armadas (AOFA) pediu hoje ao Presidente da República para "redobrar a atenção" sobre a "crescente deterioração" da situação da classe castrense e determine mudanças "necessárias e possíveis".

"A AOFA vem acompanhando com a maior preocupação a evolução da situação em Portugal" e não ignora "os perigos que decorrem da quebra da coesão social", diz uma carta que a associação entregou hoje ao chefe da casa militar da Presidência da República, com pedido que faça chegar a Cavaco Silva as preocupações dos militares.

Na carta, a que a agência Lusa teve hoje acesso, afirma-se também que os subscritores, como cidadãos e dirigentes associativos, têm o dever de ser "uma primeira linha na defesa de um patamar mínimo de dignidade" dos militares.