Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2014: PSD admite "dureza", mas defende tratar-se da "melhor alternativa"

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 out (Lusa) - O deputado do PSD Miguel Frasquilho admitiu hoje a "dureza" da proposta de lei do Orçamento do Estado de 2014 (OE2014), mas defendeu ser a "melhor alternativa" para ver a 'troika' fora do país, em junho.

"Nesta altura, em que já cumprimos três quartos do programa de ajustamento e estamos a pouco mais de seis meses do fim, gostaria de enfatizar que, apesar da dureza e exigência deste Orçamento do Estado, esta continua a ser a melhor alternativa para o país", declarou o parlamentar social-democrata sobre o documento apresentado pela maioria PSD/CDS-PP.

Relativamente a eventuais novos "chumbos" de algumas normas por parte do Tribunal Constitucional (TC), Miguel Frasquilho desvalorizou essas suposições, defendendo que Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional já disseram que tal não teria impacto em futuras avaliações do programa de assistência económico-financeira.