Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2014: Limitação à contratação pode encerrar faculdades de Medicina - reitores

Lusa

  • 333

Lisboa, 25 out (Lusa) -- O Conselho de Reitores denunciou hoje, em conferência de imprensa, a possibilidade de as faculdades de Medicina encerrarem no próximo ano, devido a uma norma no Orçamento do Estado que limita as contratações anuais, muito usadas por estas instituições.

No final da reunião do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), que hoje decorreu em Lisboa, o reitor da Universidade de Coimbra, João Gabriel Silva, manifestou a "incompreensão" do Conselho perante "a desconfiança" do Governo face ao rigor da gestão orçamental das universidades, ao introduzir na proposta do Orçamento do Estado para 2014 uma norma que impede que as instituições façam novas contratações, a menos que elas representem uma redução da massa salarial de pelo menos 3%, já excluindo o corte salarial previsto para o próximo ano na proposta orçamental.

"A única maneira que há de baixar a massa salarial são as aposentações. Neste momento sabemos quais são as aposentações que poderão ocorrer em 2014, que são as que foram pedidas em final de 2012. Nós sabemos já que em nenhuma universidade o volume de aposentações é suficiente para baixar em 3% a massa salarial, mesmo que não se substituísse rigorosamente ninguém. Significa que, por esta regra, nenhuma universidade portuguesa vai conseguir contrata absolutamente ninguém", declarou João Gabriel Silva.