Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2014: Governo reduz para menos de metade poupança com rescisões e requalificação

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 out (Lusa) -- O Governo reduziu para 161 milhões de euros o valor estimado em poupanças com rescisões e requalificação de funcionários públicos, menos de metade do montante de 448 milhões de euros estimados em maio numa carta enviada à 'troika'.

De acordo com a proposta do Orçamento do Estado para 2014 (OE2014), ao qual a Lusa teve acesso, é estimado um impacto de redução da despesa em 59 milhões de euros no âmbito do sistema de requalificação dos trabalhadores e de 102 milhões de euros através do programa de rescisões por mútuo acordo.

Numa carta enviada à 'troika' (Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central de Portugal) em maio pelo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, a poupança estimada pelo Governo era de 448 milhões de euros, mais 287 milhões de euros face ao montante agora previsto no Orçamento, de 161 milhões de euros.