Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2014: Governo consegue flexibilização de 0,5% do PIB no défice estrutural

Lusa

  • 333

Lisboa, 16 out (Lusa) -- O Governo construiu o Orçamento para 2014 com um défice estrutural, excluindo efeitos do ciclo económico, superior em 0,5% do PIB ao acordado com a 'troika', apesar de ter mantido a meta de 4% do défice orçamental.

De acordo com o relatório do Orçamento do Estado para 2014, a meta para o défice estrutural, (calculado com base nas despesas e receitas de longo prazo, removendo os efeitos do ciclo económico) é de 2,7% do Produto Interno Bruto.

No entanto, nos documentos da sétima revisão do Programa de Assistência Económica e Financeira da Comissão Europeia, altura em que a meta do défice orçamental global já tinha sido flexibilizado para 4% do PIB, o défice estrutural era de apenas 2,2%, menos 0,5% do PIB que previsto agora pelo Ministério das Finanças.