Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2014: CDS-PP defende que aprovação "protege liberdade de decisão" de Portugal

Lusa

  • 333

Lisboa, 26 nov (Lusa) - O líder parlamentar do CDS-PP defendeu hoje que a aprovação do Orçamento do Estado é um "ato de liberdade" que "protege a liberdade de decisão" do país, reiterando que será o último sob a alçada da 'troika'.

"Para nós, aprovar este Orçamento, é não só um ato de liberdade mas sobretudo um ato que protege a liberdade de decisão de uma pátria que é de todos - Portugal -, Estado de direito que é para todos, uma democracia que nasceu em 25 de Abril e foi confirmada em 25 de Novembro - o Estado nação mais antigo da Europa", defendeu o presidente da bancada centrista.

Na intervenção de encerramento do debate do Orçamento do Estado de 2014, Nuno Magalhães reiterou a ideia que os centristas têm vindo a repetir, de que este é o último orçamento com a 'troika', mas associando-o hoje particularmente à ideia de "liberdade".