Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Vice-presidente do CDS diz que coligação está condenada se proposta não for alterada

Lusa

  • 333

Funchal, 16 out (Lusa) - O vice-presidente do CDS-PP José Manuel Rodrigues afirmou hoje que sem alteração do Orçamento do Estado a coligação governamental "está condenada", o partido deve chumbar a proposta, assumindo provocar uma crise política que exigirá a intervenção do Presidente da República.

"Acho que se não houver um novo Orçamento do Estado a coligação naturalmente está condenada e Portugal tem que ir para uma crise política que tem que ser resolvida pelo Presidente da República conforme os seus poderes constitucionais", disse o líder popular madeirense no Funchal.

José Manuel Rodrigues diz que "o CDS considera inaceitável este OE para o próximo ano", argumentando ser inaceitável "aceitar que o equilíbrio e a consolidação orçamental seja feita 80 por cento do lado da receita, carregando brutalmente nos impostos, designadamente no IRS, e apenas 20 por cento do lado da despesa".