Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Sacrifícios atuais "são 'peanuts' comparados" com as consequências de Portugal sair do euro - Mira Amaral

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 out (Lusa) -- A saída de Portugal do euro traria consequências muito mais graves do que a austeridade atual, disse hoje o presidente do Banco BIC Portugal, Luís Mira Amaral.

"Os sacrifícios que estamos a fazer agora são 'peanuts' [insignificantes] comparado com o que aconteceria se saíssemos do euro", afirmou Mira Amaral durante um colóquio sobre o orçamento organizado em Lisboa pela Universidade Católica.

O antigo ministro da Indústria de Cavaco Silva disse que a saída do euro resultaria numa "desvalorização brutal da nova moeda" e num consequente "corte de rendimentos e de poder de compra".