Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: PS acusa Governo de atuar como "um marginal" face ao Estado de Direito

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 jun (Lusa) - O deputado socialista Eduardo Cabrita acusou hoje o Governo de comportar-se como "um fundamentalista religioso" face à economia e como "marginal" perante o Estado de Direito, num discurso em que pediu a demissão do ministro Vítor Gaspar.

Eduardo Cabrita, também presidente da Comissão Parlamentar de Orçamento e Finanças, falava na Assembleia da República, durante o debate da proposta do Governo de Orçamento Retificativo para 2013.

O ex-secretário de Estado socialista apontou que várias entidades independentes, como a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO), o Conselho de Finanças Públicas e o Conselho Económico e Social (CES) consideram "irrealistas" as projeções do Orçamento Retificativo e lamentou que, perante essas dúvidas, o Governo "atue com sobranceria".