Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Presidente das Agências de Viagem e Turismo mais expectante do que otimista

Lusa

  • 333

Redação, 06 abr (Lusa) -- O presidente da Associação Portuguesa das Agências de Viagem e Turismo (APAVT) disse hoje que o "sentimento é mais de expectativa do que de satisfação ou otimismo" após a decisão do Tribunal Constitucional sobre o Orçamento do Estado.

"O que nós temos no país é uma limitação ao rendimento disponível, limitação essa que foi materializada por uma série de decisões que constam do Orçamento. O que o Tribunal ontem [sexta-feira] decidiu não foi uma libertação do rendimento disponível, foi que as medidas de limitação do rendimento disponível não podem ser estas", afirmou à agência Lusa Pedro Costa Ferreira.

O Tribunal Constitucional chumbou na sexta-feira o corte do subsídio de férias para o setor público, pensionistas e contratos de docência e investigação, bem como a criação de uma taxa sobre o subsídio de doença e desemprego, previstos no Orçamento do Estado para 2013.