Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Passar o Orçamento tal como está é menorizar os deputados - João Proença

Lusa

  • 333

Lisboa, 16 out (Lusa) -- A UGT considera que aprovar o Orçamento do Estado para 2013 tal como foi proposto é "tratar os deputados como gente menor" e questionou a "segurança" das contas do Governo, acusando o executivo de "improvisação" na sua elaboração.

"Se o Orçamento passar como está achava muito mal, porque acharia até que os deputados estariam a ser tratados como gente menor, porque de facto há muitas medidas altamente discutíveis", disse hoje à agência Lusa o secretário-geral da União Geral de Trabalhadores (UGT), João Proença.

O sindicalista reagia desta forma à proposta de Orçamento de Estado para 2013, entregue na segunda-feira à presidente da Assembleia da República e apresentada em seguida pelo ministro das Finanças, Vítor Gaspar, em conferência de imprensa, durante a qual repetiu várias vezes que não existe alternativa ao que o Governo propõe.