Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Pagamento de subsídio em novembro visa "atrasar decisão" do TC - UGT

Lusa

  • 333

Lisboa, 18 abr (Lusa) -- O secretário-geral do UGT, João Proença, considerou hoje que o pagamento pelo Governo do subsídio de férias aos funcionários públicos apenas em novembro é "uma habilidade pura" que tem por objetivo "atrasar a decisão" do Tribunal Constitucional.

De acordo com o que anunciou o ministro da Presidência, Marques Guedes, o Governo anunciou hoje que vai pagar o subsídio em falta aos funcionários públicos apenas em novembro, passando os duodécimos que estão a ser pagos de subsídio de Natal a dizerem respeito ao subsídio de férias.

Em declarações à agência Lusa, João Proença disse que se trata "de uma habilidade pura do Governo para atrasar" o pagamento do subsídio que falta.