Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Metas e perspetivas para o défice deste ano mantêm-se inalteradas - Vítor Gaspar

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 nov (Lusa) - O ministro das Finanças garantiu hoje que não houve qualquer alteração sobre as perspetivas do Governo para atingir a meta do défice deste ano, mantendo o limite de 5% para o défice orçamental, ou 6% sem medidas extraordinárias.

"Relativamente ao défice de 2012, as notícias de jornal que citou não têm qualquer fundamento, não tem qualquer base, a situação para o défice orçamental de 2012 é que temos um limite de 5% do produto e a esse valor corresponde um défice estrutural de cerca de 6% do PIB, não há relativamente ao nosso último debate parlamentar qualquer alteração significativa", afirmou o ministro das Finanças.

Vítor Gaspar, que respondia ao deputado João Galamba durante a sua audição na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública, lembrou mais uma vez que foi o Governo que pediu a alteração dos limites do défice e da dívida para os próximos anos e que estas alterações se produziram devido à necessidade de conciliar o funcionamento dos chamados estabilizadores automáticos.