Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Margem para alterações é "muito pequena", documento resulta de negociação com a 'troika' -- PSD

Lusa

  • 333

Lisboa, 16 out (Lusa) - O coordenador da Comissão Política Nacional do PSD considerou hoje que a margem para alterações à proposta de Orçamento do Estado para 2013 é "muito pequena", porque o documento resulta de uma negociação com a 'troika'.

Em conferência de imprensa, na sede nacional do PSD, em Lisboa, Jorge Moreira da Silva subscreveu a posição do ministro das Finanças, Vítor Gaspar, segundo a qual "este é um Orçamento para o qual existe uma margem muito pequena quanto à amplitude das alterações".

A proposta de Orçamento do Estado "aparece a jusante, isto é, depois de uma negociação que foi feita com a 'troika'" na avaliação realizada há algumas semanas, que assegurou a Portugal "uma tranche de financiamento muito elevada, de perto de 4.500 milhões de euros", argumentou o coordenador da Comissão Política Nacional do PSD.