Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Líder do PS não cede a pressões "venham elas de onde vierem" e quer conhecer proposta do Governo

Lusa

  • 333

Évora, 02 set (Lusa) -- O secretário-geral do PS assegurou hoje não ceder a "pressões, venham elas de onde vierem" e, sobre o Orçamento do Estado para 2013, frisou que o partido só definirá o sentido de voto após conhecer proposta do Governo.

"Reafirmo que o PS só definirá o seu sentido de voto depois de conhecer a proposta do orçamento", garantiu António José Seguro, no seu discurso na sessão de encerramento da Universidade de Verão do PS, em Évora.

Em relação ao Orçamento do Estado para 2013 (OE2013), Seguro fez questão de fazer "duas clarificações", realçando, na primeira delas, que "compete ao Governo e só ao Governo elaborar e apresentar a proposta de orçamento".