Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Imprensa confundiu opiniões de Paul Krugman com as do FMI -- Vítor Gaspar

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 out (Lusa) -- O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, não considera que o Fundo Monetário Internacional (FMI) tenha mudado de opinião sobre os efeitos recessivos da austeridade, atribuindo essa ideia a uma confusão da imprensa com as ideias do economista Paul Krugman.

Durante uma conferência de imprensa de apresentação da proposta de orçamento para 2013 (OE2013), Gaspar foi interrogado sobre um documento onde o FMI reconhece ter subestimado os efeitos negativos da austeridade sobre economias em crise.

"Essa é uma questão a que normalmente não responderia. Antes diria que o esclarecimento das posições do FMI cabe ao próprio FMI", começou Gaspar, acrescentando contudo que "o grau de distorção da posição do próprio Fundo" não lhe permitia "essa resposta conveniente".