Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: Estruturas sindicais da PSP e GNR consideram graves as medidas previstas

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 out (Lusa) -- As estruturais sindicais e socioprofissionais das forças de segurança consideraram hoje graves a suspensão das passagens à reserva e pré-reforma e as alterações nos sistemas de saúde, medidas previstas no Orçamento de Estado para 2013.

O presidente da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) disse à agência Lusa que a alteração do subsistema de saúde da PSP é "preocupante" e vai "prejudicar" os polícias, uma vez que vai tornar a saúde mais cara.

"A questão da saúde é grave e vai traduzir-se numa redução do orçamento de cada polícia", afirmou, acrescentando que esta "não é a melhor altura para introduzir" alterações.