Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: CSP diz que medidas vão ter impacto "brutal" no consumo privado e efeito "altamente recessivo

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 out (Lusa) - A Confederação dos Serviços de Portugal (CSP) considerou hoje que as medidas anunciadas pelo ministro das Finanças vão "afetar de forma brutal" o consumo privado e ter um "efeito altamente recessivo" sobre a economia.

Este é o "maior e mais draconiano ataque à economia portuguesa de que há memória", afirma o presidente da CSP, Luís Reis, que considera que o aumento de impostos anunciado "vai prejudicar fortemente os consumidores e as empresas, pois constituem um poderoso incentivo a que as pessoas não consumam e a que as empresas não sejam produtivas".

Para Luís Reis, "a recuperação económica ficará, desta forma, ainda mais comprometida".