Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: CIP só quer aumento do imposto sobre tabaco se houver redução da TSU

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 out (Lusa) -- A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) repudia a hipótese de um aumento do imposto do tabaco a menos que este seja acompanhado de uma redução na taxa social única (TSU) para empresas do setor transacionável.

Segundo uma versão preliminar do Orçamento do Estado para 2013 (OE2013), a que a Lusa teve acesso, o imposto sobre tabaco de enrolar, charutos e cigarrilhas vai subir no próximo ano.

"A CIP rejeita esse aumento, se não for reduzida a TSU [contribuição das empresas para a Segurança Social] para as empresas de bens e serviços transacionáveis", disse à Lusa uma fonte oficial da CIP.