Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: CDS-PP justifica apoio com "instabilidade" que poderia levar à saída do euro

Lusa

  • 333

Lisboa, 27 nov (Lusa) - O CDS-PP assumiu hoje os "riscos e incertezas" da execução do Orçamento do Estado, justificando o apoio dos democratas-cristãos a "um exercício aparentemente impossível" com a "instabilidade orçamental" que, no limite, poderia levar à saída do euro.

"A instabilidade orçamental levaria inexoravelmente ao fim do financiamento, à impossibilidade de pagar salários e, no limite, à saída do euro", argumentou o vice-presidente da bancada do CDS-PP Telmo Correia.

Numa intervenção no debate de encerramento da discussão do Orçamento do Estado, no Parlamento, Telmo Correia disse que, perante esse cenário de instabilidade orçamental "a casa de habitação ou as pequenas poupanças de milhões de portugueses passariam a valer menos de metade".