Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2013: BE condena insensibilidade de taxa sobre subsídios de doença e desemprego

Lusa

  • 333

Lisboa, 31 mai (Lusa) - O líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, condenou hoje a criação de uma taxa sobre os subsídios de doença e desemprego prevista no orçamento retificativo, considerando que revelam a insistência do Governo na "insensibilidade social".

"Os dados do orçamento retificativo dão conta de que o Governo insiste na insensibilidade social que já lhe tinha sido apontada pelo Tribunal Constitucional", afirmou Pedro Filipe Soares, em declarações aos jornalistas no Parlamento.

O deputado destacou as "medidas de ataque a quem está debilitado e os mais frágeis da sociedade", referindo-se à taxa de 6 por cento sobre o valor do subsídio de desemprego acima dos 419,22 euros e à taxa de 5 por cento no subsídio por doença acima do mesmo valor.