Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2012: Meta orçamental em risco a menos que haja "significativa recuperação" nas receitas fiscais - UTAO

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 jul (Lusa) - Os números das contas nacionais para o primeiro trimestre significam que será necessária "uma significativa recuperação" nas receitas fiscais para cumprir a meta para o défice público, afirmam os técnicos de apoio à comissão parlamentar do Orçamento.

Numa "nota rápida" sobre as contas nacionais por setor institucional para o primeiro trimestre do ano, a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) assinala que o défice "se encontra ainda distante da meta orçamental para 2012".

Nas contas trimestrais do Instituto Nacional de Estatística, o défice orçamental para o primeiro trimestre atingiu 7,9 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) -- um défice "superior em 3,4 pontos percentuais do PIB face ao objetivo de 4,5 por cento previsto para o ano de 2012", assinalam os técnicos de apoio à Assembleia.