Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2012: INE confirma derrapagem no défice que chega a 6,8% no primeiro semestre

Lusa

  • 333

Lisboa, 28 set (Lusa) -- O Instituto Nacional de Estatística (INE) confirmou hoje as expectativas de derrapagem do défice orçamental, que atingiu os 6,8 por cento no primeiro semestre deste ano em contabilidade nacional, a que conta para Bruxelas.

A derrapagem nas contas era antecipada, tanto que no final da quinta avaliação do Programa de Assistência Económica e Financeira a 'troika' relaxou as metas do défice para este ano - de 4,5 para 5 por cento do PIB --, do próximo ano e de 2014, dando assim mais um ano a Portugal para reduzir o défice orçamental para menos de 3 por cento, o estipulado no tratado de Maastricht.

No destaque das Contas Nacionais Trimestrais por Setor Institucional, o INE explica que o défice chegou aos 5.597 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano e que "embora se tenha verificado uma redução significativa da despesa corrente, o saldo corrente não evidenciou melhoria em consequência da evolução negativa da receita corrente".