Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2012: Gastos com subsídio de desemprego aumentaram 22,6 por cento

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 ago (Lusa) - Os gastos da Segurança Social com subsídios de desemprego e de apoio ao emprego aumentaram 22,6 por cento nos primeiros sete meses deste ano, segundo o boletim de execução orçamental hoje divulgado pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).

Este aumento equivale, aproximadamente, a 273 milhões de euros gastos nestas prestações até julho deste ano, por comparação com o mesmo período do ano passado. No total, entre janeiro e julho deste ano, a Segurança Social gastou 1.480 milhões de euros em subsídios desemprego e de apoio ao emprego.

Estes números refletem o impacto do aumento da taxa de desemprego, que atingiu os 15 por cento da população ativa no segundo trimestre de 2012, o nível mais alto de sempre, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) na semana passada. O Governo prevê que a taxa de desemprego atinja uma média de 15,5 por cento para o total de 2012, subindo para 16 por cento em 2013.