Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2012: Défice do primeiro trimestre afetado por medidas que só acontecem após esse período

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 jun (Lusa) - O ministro das Finanças defendeu hoje que se espere pelos resultados do défice orçamental do primeiro trimestre a divulgar pelo INE mas abre a porta a que a execução orçamental dos primeiros três meses tenha alguns problemas.

"Temos que aguardar pela publicação dos números trimestrais do INE, sendo claro que a execução orçamental do primeiro trimestre é afetada por um padrão de sazonalidade diferente do que normalmente ocorre, uma vez que um conjunto importante de medidas apenas se concretiza nos meses subsequentes ao primeiro trimestre", afirmou o governante.

O ministro respondia a Pedro Marques, deputados do PS, que o confrontou com os números da UTAO, que estimam um défice orçamental de 7,4 por cento no final do primeiro trimestre em contabilidade nacional (a que conta para Bruxelas).