Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OE2011: Receitas extraordinárias em 2011 representaram 11,1% da receita efetiva - Tribunal de Contas

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 jul (Lusa) -- As receitas extraordinárias da Administração Central representaram 11,1 por cento da receita efetiva em 2011, em muito superior ao verificado nos anos anteriores, de acordo com as contas do Tribunal de Contas.

De acordo com o Relatório de Acompanhamento da Execução Orçamental da Administração Central em 2011 divulgado hoje pelo Tribunal de Contas, já em 2008 e 2010 este tipo de receitas irrepetíveis tinha representado 3,6 e 2,6 por cento da receita efetiva, respetivamente.

Em 2008 o Estado conseguiu obter 1.382 milhões de euros com receitas provenientes de concessões hídricas e em 2010, 730,8 milhões de euros com a quinta fase de reprivatização da Galp, da privatização da Siderurgia Nacional e mais 163,8 milhões de euros com a alienação de património imobiliária.