Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OCDE/Previsões: Reformas "impressionantes" em Itália melhoraram perspetivas mas apenas a longo prazo

Lusa

  • 333

Paris, 27 nov (Lusa) -- A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) considera que a política de reformas estruturais "amigas do crescimento" levadas a cabo por Itália melhoraram as perspetivas económicas, mas apenas a longo prazo.

Nas suas previsões económicas hoje divulgadas, a OCDE considera que o governo italiano tomou as medidas adequadas para combater o duplo problema de um fraco crescimento económico e de uma elevada dívida pública, e acredita que, "uma vez que sejam totalmente implementadas, as recentes reformas dos mercados do produto e do trabalho ajudarão a tirar a economia da estagnação que tem experimentado ao longo da última década".

Todavia, adverte a OCDE, a economia deverá continuar a contrair no curto e médio prazo, estimando uma contração de 1% do PIB em 2013 e ligeira retoma (+0,6%) em 2014, números um pouco mais pessimistas que os da Comissão Europeia, que este mês projetou uma contração de 0,5% para a economia italiana no próximo ano e um crescimento de 0,8% no seguinte.