Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

OCDE/Previsões: Governo tem de continuar a reduzir défice mas precisa evitar "agravamento da recessão"

Lusa

  • 333

Paris, 27 nov (Lusa) -- O Governo português deve continuar a fazer uma "implementação rigorosa dos planos de consolidação orçamental", mas também deve evitar o agravamento da recessão, defende a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Num documento de previsões económicas hoje divulgado, a OCDE defende que a consolidação orçamental é "grande mas necessária", e que Portugal deve continuar a "implementação rigorosa" do plano definido com a 'troika' (Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu). No entanto, a austeridade implicará que a economia "vai manter-se em recessão durante algum tempo".

A OCDE prevê que a economia portuguesa vá encolher 1,8% no próximo ano, uma projeção ainda mais pessimista do que a do Governo (1%). Se a economia continuar a definhar, lê-se no documento, "o Governo deve permitir a atuação dos estabilizadores automáticos para evitar que a recessão se agrave".