Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Obras Públicas: Ordem dos Engenheiros apresenta guia para selecionar investimentos públicos

Lusa

  • 333

Lisboa, 19 jul (Lusa) -- Antes de se avançar com uma obra pública deve-se identificar, "de forma clara", a sua necessidade e a lista de opções deve incluir a possibilidade de fazer o mínimo, segundo o documento da Ordem dos Engenheiros.

Estas são algumas das sugestões feitas pela Ordem dos Engenheiros no documento orientador para a seleção e avaliação do investimento público, que será apresentado hoje à tarde, em Lisboa.

"O contexto político atual de crise mais justifica a necessidade deste documento, que pretende constituir-se como um contributo para o desejável processo harmonizado e consensual de estabelecimento de procedimentos que facilitem a negociação entre as forças políticas, determinantes para a aprovação dos investimentos prioritários, e na expetativa de que o Governo o utilize como base para a preparação de um guia nacional", afirma o bastonário da Ordem dos Engenheiros.