Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Obras e subsídios antes das eleições são "premiados" nas urnas - estudo

Lusa

  • 333

Braga, 17 set (Lusa) - As chamadas políticas eleitoralistas, traduzidas num aumento da despesa municipal antes de eleições, são "normalmente recompensadas" através de uma maior margem de vitória face ao principal partido da oposição, conclui um estudo da Universidade do Minho (UMinho).

Desenvolvido pela Escola de Economia e Gestão da UMinho, o mesmo estudo revela também que os autarcas recandidatos que preveem uma eleição mais renhida tendem a ser "mais eleitoralistas" do que os que praticamente têm a vitória garantida.

"Quanto menor é a esperança de vencer as eleições, maior é o incentivo para "manipulações oportunistas das políticas económicas", sublinha.