Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Objetivos "promissores" cedem a metas mais modestas nos Mundiais canoagem

Lusa

  • 333

Duisburgo, 28 ago (Lusa) - O selecionador de Portugal, Ryszard Hoppe, esperava uns Mundiais "promissores" para o Rio2016, mas as renúncias de Fernando Pimenta e Teresa Portela à seleção reduziram o objetivo a "duas/três finais" para a competição de Duisburgo, na Alemanha.

"No início da época do primeiro ano do novo ciclo olímpico marcámos como objetivo cinco/seis finais e duas/três medalhas. No último mês tudo mudou. Já sabemos que não participam a Teresa e o Fernando. Tivemos quatro semanas para mudar as coisas, preparar o K2 Emanuel Silva/João Ribeiro e Joana Vasconcelos/Francisca Laia. Mudámos também os objetivos. Será bom se conseguirmos duas finais", disse à agência Lusa.

O técnico de origem polaca assume que agora "é difícil entrar na zona das medalhas, pois não é num mês que se preparam tripulações para o pódio", pelo que a meta será entrar nos nove finalistas "e depois aí tudo é possível".