Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Óbito/Paulo Rocha: Morte "deixa um grande vazio no cinema português" - secretário de Estado da Cultura

Lusa

  • 333

Lisboa, 29 dez (Lusa) - O secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier, lamentou hoje a morte do realizador Paulo Rocha, aos 77 anos, sublinhando que "deixa um grande vazio no cinema português".

Num comunicado enviado à agência Lusa pela Secretaria de Estado da Cultura (SEC), o governante destaca que o cineasta "realizou algumas das mais importantes obras do cinema português", dando o exemplo de "Verdes Anos" (1963) e, logo a seguir, "Mudar de Vida" (1966).

Para o secretário de Estado da Cultura, a obra de Paulo Rocha "irá continuar a marcar o trabalho de outros realizadores" do presente e do futuro.